gototopgototop

Leopoldo Meyer lamenta derrota de emenda que evitava o aumento de impostos para os setores de transporte e alimentação

meyer_brizzacalvacalnte_foto

 

 

O deputado Federal Leopoldo Meyer lamentou a derrota da emenda do Projeto de Lei (863/15), com o objetivo de não aumentar os impostos do transporte coletivo e alimentos que correspondem a cesta básica, votado nesta quinta-feira (25). O texto aprovado aumenta as alíquotas atuais de 1% e 2% para, respectivamente, 2,5% e 4,5%.


Segundo Leopoldo Meyer, que defende alíquotas menores para transportes e alimentação, aumentar impostos para esses setores tem como consequências o aumento dos preços e risco de corte de empregos. O placar da votação no Plenário da Câmara ficou por 213 votos a 136.


Confecções

Leopoldo Meyer comemorou a aprovação da emenda no mesmo projeto que retira o setor de confecções do aumento maior de alíquota.  O setor de confecções ficou na lista daqueles que contarão com um aumento menor da alíquota sobre a receita bruta, de 1% para 1,5%.


Meyer ainda destacou que o setor de confecções emprega muitas mulheres no Paraná e em todo país, e a aprovação da emenda significa um menor risco de desemprego na área que poderia ocorrer devido ao aumento da tributação.


Voltar