gototopgototop

Leopoldo Meyer participa de frente parlamentar voltada para mais segurança no Trânsito


meyer_TRANSITOleonardoprado_foto2Para Leopoldo Meyer número de acidentes e mortes no trânsito brasileiro é inadmissível

Dando inicio a Semana nacional de Trânsito, que acontece entre os dias 18 a 25 de setembro, o deputado Leopoldo Meyer participou na manhã de quarta-feira (18) em Brasília, do lançamento da Frente Parlamentar em Defesa dos Condutores e Proprietários de Veículos sobre Duas Rodas, idealizada pelo deputado Severino Ninho (PSB-PE).

Severino Ninho lembrou que a Frente Parlamentar em Defesa dos Condutores e Proprietários de Veículos sobre Duas Rodas irá promover ações para incentivar a consciência da sociedade sobre o trânsito seguro. O colegiado também lutará para facilitar a aquisição de motocicletas destinadas ao transporte autônomo de passageiros (moto-taxi), mercadorias (moto-frete), e entrega de produtos e documentos (motoboy).

Entre os temas abordados pelos parlamentares presentes, um ponto de destaque foi o debate para a diminuição do número de mortes no trânsito como um dos grandes desafios que precisam ser enfrentados no Brasil.

O Brasil é o segundo país do mundo em vítimas fatais envolvendo motocicletas, com 7,1 óbitos a cada 100 mil habitantes. O número é bem maior que o aumento de mortos por acidentes de trânsito em geral, que envolve carros, motos, caminhões, ônibus, pedestres. Por ano, são registrados 22 mil acidentes com veículos de duas rodas.

Dados apresentados pelo parlamentar Beto Albuquerque (PSB-RS) citam gastos de cerca de R$ 15 milhões com despesas hospitalares anualmente no Brasil, mais auxílio doença e aposentadoria por invalidez. Desse montante, R$ 6 bilhões são referentes a gastos com acidentes relacionados a motos – confirmando a informação de que os motociclistas estão no topo da lista de mortes decorrentes de acidentes dessa natureza.

Para o deputado Leopoldo Meyer (PSB-PR), a irresponsabilidade de alguns condutores somada as más condições de vias e estradas do nosso país, ocasionam um número inadmissível de acidentes e mortes envolvendo veículos, que trazem grande perda e dor para as famílias dos envolvidos além de sobrecarregar e  onerar a já deficiente saúde pública, que tem que arcar com um sem número de acidentes por todo o país, diariamente.

Meyer deixa claro também que pelos números apresentados, colocando o Brasil em segundo país no mundo com vítimas fatais envolvendo motocicletas, é necessário uma intervenção urgente e uma união de esforços para buscar diminuir esses números alarmantes entre veículos de duas rodas que vem crescendo ano após ano.

Os deputados Alexandre Roso (PSB-RS), Paulo Foletto (PSB-ES), Keiko Ota (PSB-SP), José Stédile (PSB-RS), Gonzaga Patriota (PSB-PE), Glauber Braga (PSB-RJ) também estiveram presentes na cerimônia.

Campanha

Comemorada anualmente de 18 a 25 de setembro, a Semana Nacional do Trânsito foi estabelecida desde a criação do Código de Trânsito Brasileiro, em 1997. A cada ano, o Conselho Nacional de Trânsito define a temática e os cronogramas das campanhas de âmbito nacional que deverão ser promovidas por todos os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito. Em 2013, as ações de conscientização estarão voltadas para o tema “Álcool, outras drogas e a segurança no trânsito: efeitos, responsabilidades e escolhas”.

 

 

 


Voltar