gototopgototop

Leopoldo Meyer apresenta requerimento pedindo a aprovação da Lei que prevê a fiscalização e a regulamentação de serviços de segurança privada

meyer_municipalista1

Ao lamentar a morte de Vinicius Coelho, Meyer lembrou do drama vivido pelo jornalista ao ter seu filho assassinado por seguranças

Em discurso no plenário da Câmara dos deputados, Leopoldo Meyer lamentou a morte, no último dia 27 de junho, do jornalista e cronista esportivo Vinícius Coelho. Além de prestar condolências a família, Meyer lembrou do drama vivido pelo jornalista desde 2007 ao ter seu filho, Bruno Coelho,  torturado e assassinado por seguranças  de uma empresa privada.

Meyer citou ainda os casos de Guilherme Carvalho Koerich, de 18 anos, que teve que passar por uma cirurgia para amputar a perna esquerda, após ser agredido por seguranças, em um incidente ocorrido em uma casa noturna de Curitiba e também do caso de Erickson da Silva Rodrigues, de 23 anos que veio a falecer após um golpe dado por um dos seguranças de uma Boate no Rio de Janeiro.

“Boa parte de seguranças de empresas e casas noturnas atuam na clandestinidade. Isso só reforça a nossa luta para aprovar a PL 039, de autoria do ex-deputado Paulo Rocha, que está na casa desde 1999 e prevê que serviços de segurança sejam efetivamente fiscalizados e regulamentados", disse.  Meyer apresentou requerimento solicitando a inclusão do referido Projeto de Lei na Ordem do Dia no Plenário.

 

 



Voltar